Foto: Alberto Maraux / SSP

O Ministério Público da Bahia designou três promotores para acompanhar as investigações sobre a morte do policial militar Wesley Soares Góes, ocorrida no último domingo, na Barra.

A comissão será composta pelos promotores de Justiça Ana Rita Cerqueira, titular da 4ª Promotoria de Justiça do Tribunal de Júri – 1ª promotora de Justiça da capital; Maurício Lima, titular da Promotoria de Justiça Militar – 3º promotor de Justiça da capital; e Luciano Santana, titular da Promotoria de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial, Defesa Social e Tutela Difusa da Segurança Pública – 3º promotor de Justiça da capital.

A ação do MP atende ao pedido de policiais militares que protestaram contra a morte do colega. Além da saída do comandante-geral Paulo Coutinho, os militares pedem uma investigação independente feita pelo MP.

Wesley foi baleado após atirar contra policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) que negociavam sua rendição no início da noite. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o HGE, mas não resistiu aos ferimentos.