Os permissionários do transporte alternativo de Feira estão enfrentando diversas dificuldades, desde a falta de passageiros motivada pelos clandestinos, até as taxas abusivas que são cobradas para a prestação do serviço.

Diante dos problemas enfrentados, motoristas e cobradores do transporte alternativo se concentraram na Avenida Nóide Cerqueira, na manhã desta quinta-feira (6), para realizar uma manifestação pelo centro da cidade.

Eles pedem, segundo o Acorda Ciadade, efetividade na fiscalização e combate ao transporte clandestino que atua no município. Também pedem subsídio por parte da prefeitura e implantação da bilhetagem eletrônica nos veículos, com objetivo reduzir os riscos de assaltos que constantemente a categoria vivencia.