Associação Feirense de Síndrome de Down – Cromossomos 21 poderá receber o recurso de R$186.000,00 a partir de parceria com o Município. A proposta com este intuito, de autoria do Executivo, foi aprovada por unanimidade dos vereadores, em primeira discussão, na sessão ordinária desta quinta-feira (10). Ela dispõe sobre o repasse de recursos públicos municipais para Organização da Sociedade Civil, através de Parceria, para fins de inexigibilidade de chamamento público.

Dirigida por Hamilton de Figueiredo Teles, a associação sem fins lucrativos presta assistência e promove a inclusão social de pessoas com síndrome de down, microcefalia e transtorno do espectro autista. Com os recursos fornecidos a partir da parceria com o Município, a Cromossomos 21 poderá investir em infraestrutura e no atendimento da população feirense.

Para o líder da bancada governista, vereador Lulinha (DEM), a iniciativa do Executivo Municipal demonstra o interesse do prefeito Colbert Martins em “colaborar com as associações, não só com esta, mas com todas as outras”. Presidente do Legislativo feirense, Fernando Torres (PSD), ratifica que a Casa da Cidadania está de “portas abertas” para propostas que visem beneficiar instituições que prestem serviços de relevância social em Feira de Santana.

Considerando a atuação da Cromossomos 21 em Feira de Santana, os vereadores Fernando Torres, Galeguinho, Jurandir Carvalho, Lú de Ronny, Paulão do Caldeirão, Pedro Américo, Petrônio Lima, Professor Ivamberg e Silvio Dias também ratificaram o apoio ao Projeto de Lei na tribuna da Câmara.