Redação Foto: reprodução/ Twitter Sesab

A secretaria Especial de Enfrentamento à Covid do Ministério da Saúde enviou aos secretários e gestores estaduais de todo o Brasil um aviso na noite de segunda-feira (6) afirmando que as entregas de vacinas foram suspensas nesta terça, 7 de setembro, e na quarta (8), em razão dos “riscos de manifestações”. Ou seja, dos atos previstos para o feriado da Independência.

Os protestos vão atrasar a entrega de mais de 2,6 milhões de doses que havia sido prevista para esses dois dias nas chamadas pautas de vacinas, planilhas entregues pelo próprio ministério aos estados.

As pautas, que especificam quantas doses serão embarcadas pela Saúde em que dias, mostram que quase todos os estados serão afetados pela suspensão.